Bahia - Porto Seguro e Nordeste Brasileiro

Como será o Carnaval em Porto Seguro em 2021?

Como será o Carnaval em Porto Seguro em 2021?

Uma discussão que ainda parece precoce começa a gerar dúvidas nas cidades que faturam alto com o turismo. Teremos Carnaval em 2021?
Pois bem, o Portal Operação Porto Seguro buscou informações nos portais das prefeituras locais e a discussão ainda está sob observação até que os impactos da COVID-19 sejam mensurados no segundo semestre deste ano.
Fake News

O Governo do Estado desmentiu um vídeo compartilhado em redes sociais e no qual aparece o governador Rui Costa, acompanhado por uma comitiva de empresários chineses, sendo cumprimentado pelo cantor Bell Marques. Segundo a administração, o vídeo foi gravado no carnaval de 2017. Nas imagens, registradas em um dos circuitos da festa, o cantor faz menção sobre o Estado estar preparado para combater o zika vírus e não o novo coronavírus, como dizem as postagens que estão circulando no whatsapp, twitter e outras redes sociais. Cabe também ressaltar que o vírus da Zika é transmitido pela picada do mosquito Aedes Aegypti, por isso a festa popular foi mantida naquele ano.

Naquela ocasião, o grupo de executivos chineses esteve na Bahia para avaliar a possibilidade de investir em empreendimentos no estado. Além de Salvador, o grupo percorreu o trecho entre o oeste baiano e o sul do estado, em Ilhéus, onde está em implantação a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

O governador repudiou com veemência a vinculação de sua imagem a uma possível conspiração para disseminação da Covid-19. “Essa é mais uma das estratégias de disseminação das fake news por parte daqueles que no momento de combate a uma pandemia preferem promover crise e causar instabilidade. Esse tipo de atitude não será tolerada e já estamos adotando as medidas cabíveis. O nosso único foco deve ser salvar vidas”, disse em nota publicada no Portal do Governo do Estado.

Pesquisa

Os turistas que passaram o Carnaval 2020 em Salvador geraram uma receita de aproximadamente R$ 1,25 bilhão, no período de 20 a 26 de fevereiro. A média de idade entre eles foi de 34 anos, com renda média de R$ 6.389,96, sendo na maioria pessoas do gênero feminino (51,8%). A hospitalidade do povo baiano foi o que mais agradou os visitantes nos dias de folia (40%), além do festejo em si (26%).

Os dados foram apontados pela Pesquisa de Caracterização e Dimensionamento do Turismo Receptivo e Avaliação de Serviços Durante o Carnaval de Salvador – 2020, realizado pela Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (Setur), por meio da Diretoria de Planejamento Turístico, no período de 22 a 27 de fevereiro.

O estudo teve como objetivo identificar o perfil dos turistas que visitaram Salvador durante o Carnaval, seus hábitos e avaliação dos serviços, equipamentos e atrativos turísticos, além de dimensionar a receita gerada por eles no período pesquisado.

A maior parte dos turistas entrevistados avaliou positivamente os serviços dos estabelecimentos de hospedagem. Atendimento, serviço de garçom, camareira e alimentação foram apontados como muito bom e bom, representando mais de 80%. Dentre os entrevistados, 63% frequentaram bares e restaurantes da capital baiana. O gasto médio dos turistas por pessoa no período foi de R$ 1.969,97.

Nosso Blog

VER TODAS