Bahia - Porto Seguro e Nordeste Brasileiro

Operação Porto Seguro: Enel inicia construção no Nordeste

O Portal Operação Porto Seguro teve acesso ao anúncio que a subsidiária brasileira de energia renovável do Grupo Enel, Enel Green Power Brasil Participações Ltda. (EGPB), iniciou a construção, no Nordeste, de cinco novos empreendimentos, quatro eólicos e um solar, que somam 1,3 Gigawatts (GW) de nova capacidade.

Na Bahia, a empresa está construindo parque eólico Morro do Chapéu Sul II (353 MW). No Piauí, a empresa está construindo o parque eólico Lagoa dos Ventos III (396 MW) e o parque solar São Gonçalo III (256 MW). Os outros dois projetos movidos pelos ventos – Cumaru (206 MW) e Fontes dos Ventos II (99 MW) – estão sendo construídos, respectivamente, no Rio Grande do Norte e em Pernambuco.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (14), durante evento on-line, com a participação do vice-governador da Bahia, João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

O Grupo Enel investirá, ao todo, cerca de R$ 5,6 bilhões na construção dos empreendimentos, o equivalente a aproximadamente 1,1 bilhão de dólares à taxa atual de câmbio. Os novos parques serão apoiados principalmente por contratos de fornecimento de energia negociados com clientes corporativos no mercado livre de energia brasileiro e deverão começar a operar em 2021, com exceção de Lagoa dos Ventos III, que deverá entrar em operação comercial em 2022.

Quando estiverem em plena operação, os cinco novos parques serão capazes de gerar mais de 5,5 Terawatt/hora de energia por ano, evitando a emissão de aproximadamente 3 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera anualmente.

Na Bahia, serão investidos aproximadamente 340 milhões de dólares no parque Morro do Chapéu Sul II (353 MW), localizado nos municípios de Morro do Chapéu e Cafarnaum, mesma região do empreendimento Morro do Chapéu Sul (172 MW), cuja operação começou em janeiro de 2018. Atualmente, a Bahia concentra 82% da capacidade eólica e 42% da capacidade solar da EGP no país.

Diversas soluções inovadoras estão sendo implementadas nos canteiros de obras desses empreendimentos para melhorar a segurança, qualidade e eficiência das obras, incluindo dispositivos de segurança ativa, máquinas automatizadas, drones, assistência remota e ferramentas digitais para apoiar as atividades diárias dos canteiros.

No Brasil, o Grupo Enel, por meio de suas subsidiárias EGPB e Enel Brasil, tem uma capacidade total instalada renovável de cerca de 3,4 GW, dos quais 1.210 MW são de fonte eólica, 979 MW de solar e 1.269 MW de hidro.

A moradora de Porto Seguro, Rosemary Dutra, afirma que fica feliz em ver investimentos no Nordeste. “Fico feliz pois se vem mais energia deve vir mais desenvolvimento”, comemora. Para o agricultor, Marcelo Vieira, depois da pandemia a notícia anima a região. “Realmente é animador ver o desenvolvimento chegando”, conclui.

Veja mais notícias:

Operação Porto Seguro: Decreto que proíbe aulas na Bahia é prorrogado até 2 de dezembro

Operação Porto Seguro: obras e ampliação do hospital chegando

Nosso Blog

VER TODAS